MAIO AMARELO: Tomasi Logística reforça o compromisso com a segurança no trânsito

22 de maio de 2021

O Movimento Maio Amarelo existe para cumprir um só objetivo: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentes com mortos e feridos no trânsito em todo o mundo. A ação coordenada entre Poder Público e sociedade civil busca envolver os mais diversos segmentos: órgãos de governo, entidades representativas das mais variadas classes, empresas, federações e associações, com o intuito de discutir a temática e apresentar ações e soluções para propagar o conhecimento e reduzir os índices de tragédias nas estradas. E a Tomasi Logística reforça o seu intenso compromisso com a segurança dos motoristas e terceiros.  

Segundo o Diretor Comercial, Diego Tomasi, a empresa busca inovar para manter os seus bons índices de segurabilidade. Além de evitar viagens no turno noturno, minimizando assim os riscos da fadiga para o profissional da estrada, a Tomasi Logística investe no monitoramento em tempo real de 100% da frota. Para tal, aposta no moderno sistema de telemetria, que permite coletar diversos dados do veículo. Entre esses, a velocidade e a localização exata do veículo. Com essas informações, é possível identificar e corrigir de forma rápida eventuais descuidos por parte dos nossos motoristas, e também fiscalizar o cumprimento dos períodos de descanso.  

A tecnologia auxilia, reforça Diego, mas a empresa de operações logísticas também investe forte na formação e constante capacitação do quadro de motoristas próprios, e também aplica os mesmos critérios junto aos agregados e franqueados da Tomasi Rede Logística. Entre os exemplos, a empresa oferece a Escola de Motoristas da Tomasi Logística. O modelo é aplicado em parceria com o SEST/SENAT, e atende os motoristas com pouca experiência nas estradas. Eles realizam cursos de Direção Defensiva, Direção Econômica, Transporte Consciente, manuseio do tacógrafo, entre outros.  

Além disso, os novos motoristas realizam diversas etapas de treinamento prático dentro da empresa. Neste momento, são verificadas as habilidades técnicas e comportamentais de cada profissional e, posteriormente, eles realizam viagens de curta e longa distâncias acompanhados de um monitor. Também são realizados treinamentos e cursos de capacitação com os motoristas mais experientes. Por fim, a empresa de operações logística investe constantemente na renovação da frota própria. Em maio, por exemplo, a Tomasi Logística comprou 61 novos caminhões dos modelos VW Constellation 24.280 e 19.360 

Entenda melhor 

O Movimento Maio Amarelo já possui mais de uma década de atuação na sociedade civil. A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Este documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Além dos óbitos, a OMS estimou em 50 milhões o número de pessoas que sobreviveram com sequelas. 

A cor amarela simboliza atenção e também a sinalização e advertência no trânsito. No Brasil, o movimento Maio Amarelo iniciou em 2014, criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, na esteira da determinação da ONU. Da mesma forma, a intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.  


Créditos: Agência Lente M