4ª Convenção Anual da Tomasi: Deputado Federal fala sobre a Lei de Liberdade Econômica

29 de fevereiro de 2020

O salão de eventos do Estrela Palace Hotel foi o palco da 4ª Convenção Anual da Tomasi Logística, realizada em fevereiro. O encontro reuniu coordenadores de unidades instaladas em sete estados brasileiros e também toda a diretoria da empresa. Entre os convidados e palestrantes, o Deputado Federal Jerônimo Goergen, o diretor do Grupo A Hora, Adair Weiss, e a representante do Parque Tecnológico da Universidade do Vale do Taquari, Cíntia Agostini.

A segunda roda de conversas foi destinada ao debate sobre a Lei Nacional da Liberdade Econômica, que foi aprovada em setembro do ano passado pelo Senado, e sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro. Em suma, a mudança busca flexibilizar regras trabalhistas, desburocratizar processos, agilizar a abertura de novos negócios e garantir mais liberdade para quem quer empreender.

Relator da Medida Provisória na Câmara, o Deputado Federal Jeronimo Goergen palestrou para diretores e colaboradores da Tomasi Logística. Segundo ele, o momento econômico exige providências por parte do Estado. "A lei é um incentivo público para que a iniciativa privada tenha condições de atuar com mais liberdade. É uma forma de garantir a reativação da economia brasileira como um todo. E a Tomasi é uma das grandes empresas que está precisando dessa liberdade econômica.”

Goergen demonstra otimismo com o novo momento do país. “As novas regras vão reduzir a burocracia nas atividades econômicas, garantir mais segurança jurídica aos negócios e estimular a criação de empregos”, afirma. Pelas contas da equipe econômica do governo federal, a medida pode gerar, no prazo de dez anos, 3,7 milhões de empregos e mais de 7% de crescimento da economia.

Sobre isso, o parlamentar destacou a importância do setor de transporte e logística, e falou sobre a insegurança jurídica e o intervencionismo por parte do Estado com o tabelamento dos fretes. Segundo ele, a nova lei estabelece a livre estipulação de preços nas relações comerciais privadas – quando não há intenção fraudulenta ou ofensa aos direitos da concorrência e consumidor. Também impõe a obrigatoriedade da Análise de Impacto Regulatório para novas normas pela administração pública, para verificar os efeitos e impactos na economia.

A Tomasi Logística

A Tomasi Logística possui caminhões com as maiores cubagens do mercado brasileiro. São realizadas em média 750 viagens por mês. O empreendimento que iniciou em Lajeado (RS) também possui unidades em Estrela (RS), Canoas (RS) Passo Fundo (RS), Caxias do Sul, (RS), Itajaí (SC), São Paulo (SP), Itapecerica da Serra (SP), Itumbiara (GO), Betim (MG), Feira de Santana (BA) e Escada (PE). Atende as regiões Sul, Sudeste, Centro Oeste e Nordeste do Brasil e é especialista em carga lotação e operações de inbound para grandes indústrias.

 


Créditos: Agência Lente M Conteúdo